Minha mãe também era uma peça

Não sei quanto a de vocês, mas minha mãe, plagiando o saudoso Paulo Gustavo, sempre foi uma peça. E não pensem que é de hoje, não. Nascida na roça, região entre sul de Minas e nordeste de São Paulo, no…

Leia mais

Rir é o melhor remédio?

Se eu tinha dúvidas em relação à ortodoxia do velho ditado, a morte de Paulo Gustavo acabou por confirmar meus temores: rir pode ser o melhor remédio, mas não nos oferece a isenção total, a capacidade de nos tornar imunes…

Leia mais

Maior e vacinado

Cada um sabe de si. Esse ditado popular parece mesmo uma frase feita para esses tempos de pandemia que vivemos. Fico pensando se realmente isso é verdade. É como dizer que a pessoa é maior e vacinada, outro clichê, e…

Leia mais

Virei crocodilo

Tomei neste 20 de abril, véspera de Tiradentes, a segunda dose da CoronaVac. Se com a primeira fiquei Jacaré – conforme disse o suprassumo da idiotice -, agora então sou crocodilo. Mais forte? Pode até ser que, daqui a uns…

Leia mais

Vacinado, mas não muito

Dá para confiar na memória de um cara de sessenta e cinco anos? Diz a ciência que a memória começa a declinar aos cinquenta e essa derrocada se intensifica aos sessenta. Então, como esperar que, daqui a três meses –…

Leia mais

Finalmente!!!

A princípio, pensava que tudo passaria, rapidamente, como a Influenza… De março a setembro de 2020, evitei ao máximo sair de casa e até receber a diarista. Paguei para ela não vir limpar a casa, mesmo depois que teve a…

Leia mais

O jornalismo, antes e agora

Há uns 40 anos, fui parar numa redação de jornal… cheia de homens. Mulheres? Só três, uma delas secretária do diretor e parente do dono da empresa. Havia uns 100 machos (machos, mesmo, bem no estilo do genocida que governa…

Leia mais

Cuidador de idosos

Tá certo, conforme-se, é uma circunstância da vida: um dia, seus pais vão estar bem velhinhos e, a menos que você queira submetê-los à impessoalidade muito bem paga de um asilo, terá de arcar com algumas obrigações em relação a…

Leia mais

Alice no País dos Desvarios

Onde impera a Rainha Vermelha, tudo é possível. De repente, Alice, que nem é tão boazinha assim, vira a vítima do asqueroso ​Bandersnatch, o feio e fedido, pouco conhecido, mas causador de enormes malefícios para todo o reino. (Nada a ver…

Leia mais

Barata tonta

Descobri dia desses que a expressão ‘barata tonta’ não tem qualquer fundamento científico. Criado provavelmente num momento de despeito por um ser muito mais frágil que elas – incapaz de sobreviver, por exemplo, a uma catástrofe atômica – o epíteto…

Leia mais

Nossas broxadas diárias

Atire a primeira pedra, quem nunca deu uma mancada, quem nunca capengou, pelo menos uma vez na vida, e deixou o parceiro ou a parceira na mão. O avanço assustador do Coronavírus, no início do ano passado, deixou em segundo…

Leia mais

Vodu (*)

Não vou mentir para vocês: estou começando a me dedicar aos estudos dos rituais do vodu. Minha intenção é apelar para o ocultismo para resolver coisas que quem deveria resolver não resolve. Cansei de esperar ‘as instituições’ – que estão…

Leia mais