Categoria Crônicas

Quero ser Eu

Sou o que sou, mas não o que gostaria de ser. Talvez nem mesmo o que deveria ser. Sonhos, desejos, ilusões. No passado, o futuro era promissor para alguns. Nem tanto para outros.

Agente secreto vira jornalista

Matuto do interior. Assim era meu pai. Inteligente, mas com pouca instrução, achava que era melhor começar a trabalhar logo, ao invés de estudar, como fizeram seus irmãos, pais e avós. Também, no meio do mato não havia muito o…

De padre a escritor

Se vissem o lugar de onde sai, com certeza, imaginariam que eu seria um capinador do cafezal alheio, como meu pai, um retireiro – para os da cidade, o camarada que cuida do gado leiteiro – ou um peão, responsável…

Brincadeiras e mistérios

Quando era criança eu queria ser criança e dançar na Gincana Kibon e ser aluna da Maria Olenewa e dançar “A morte do cisne”, e morrer tragicamente num gesto de nunca mais, naquele palco que eu desconfiava ser o mesmo…

E. A. O. V. PIRITUBA

Peguei uma caixa velha de madeira – dessas de laranja, antes que as caixas de laranja ganhassem formato mais trabalhado, em pinus, a ponto de virarem artigos de decoração – e a pus em pé no chão. No sentido longitudinal,…

Ser piloto ou policial

Vi matéria, outro dia, sobre a lista de desejos de crianças de 5 e 6 anos, de uma escola de Belo Horizonte. Tinha de tudo, desde ser fada até passar o dia num spa (uau!!!) com as amigas. Nesta idade,…

Quando se é jovem…

Queria ter 18 anos, com a experiência dos meus 66. Naquela época, não sabia o quanto custava sustentar filhos, casa, carro. E, com a energia e o combustível cada vez mais caros, tudo o que queria hoje era ter 18…

Vai discutir com esse povo

De passagem, ouço um “Pelé non ekziste”, numa imitação tosca do folclórico Padre Quevedo; em seguida, em bom português, “Pelé não existe”. Fosse religião ou política, passaria direto, mas o assunto me interessou. Parei, eu e essa minha mania de…

Acabou a mamata?

Sei que vou mexer num vespeiro, mas vá lá: minha dúvida é se existia antigamente esse papo de tráfico de influência, clientelismo, favorecimento, mamatas etc. O antigamente a que me refiro não é antes de Cristo ou depois de Cristo……

Ipês amarelos

Agora que os ipês estão brotando amarelos… Dedico esta beleza aos que acreditam que conhecem direito constitucional tão bem quanto os ministros do Supremo. Aos que acreditam naqueles que esparramam ódio, violência, mentiras, desrespeito às leis, e distribuição farta de…

O som (ensurdecedor) do silêncio

No livro Antes do nascer do mundo, do moçambicano Mia Couto, o menino Mwanito fala de si: “Quando me viam, parado e recatado, no meu invisível recanto, eu não estava pasmado. Estava desempenhando, de alma e corpo ocupado: tecia delicados fios…

Dipironas e paracetamóis

– Você gosta de dipirona? A pergunta, que soaria menos estranha se viesse de um traficante de analgésicos, partiu da dentista que, nos próximos dias, vai escarafunchar minha arcada dentária em busca de um lugarzinho para ancorar um canino. Achei…